Selo Solar

Conheça quem promove

Fale Conosco

O grande desafio deste século é o de descobrirmos quais as fontes de energia que irão mover a humanidade no futuro. Com a aproximação do fim da era do petróleo e do gás, em função do esgotamento das reservas mundiais, países mais desenvolvidos estão investindo vultosos recursos em pesquisa de fontes alternativas de energia. Embora todos reconheçam o imenso potencial da América Latina nas chamadas energias renováveis, pouco temos feito no sentido de inseri-las na matriz energética dos nossos países.

É neste cenário que criamos em 2007 o IDEAL – Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas da América Latina, com sede em Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, no Brasil. Ele nasce com o propósito de fomentar as energias renováveis junto aos governos, aos parlamentos, no meio acadêmico e empresarial, possibilitando que se estabeleça uma política de integração e desenvolvimento regional, que contemple as energias alternativas na matriz energética de seus países.

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE – (www.ccee.org.br) é responsável por viabilizar e gerenciar a comercialização de energia elétrica no país, garantindo a segurança e o equilíbrio financeiro deste mercado. A CCEE é uma associação civil sem fins lucrativos, mantida pelas empresas que compram e vendem energia no Brasil. O papel da CCEE é fortalecer o ambiente de comercialização de energia – no ambiente regulado, no mercado livre e de curto prazo – por meio de regras e mecanismos que promovam relações comerciais sólidas e justas para todos os segmentos do setor (geração, distribuição, comercialização e consumo). A Câmara de ComercializaçãoCCEE atua em conjunto com outras instituições e órgãos governamentais que compõem a governança do setor para assegurar um modelo sustentável de energia no país, capaz de estimular o crescimento da economia do Brasil e, ao mesmo tempo, garantir um preço acessível ao consumidor.

Apoiadores

GIZ

Trabalhando de forma eficiente, eficaz e com um espírito de parceria, a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH coopera com pessoas e  sociedades de países em desenvolvimento, em transição e industrializados com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de vida e a construção de um futuro mais sustentável. Criada em 1º de Janeiro de 2011, a GIZ reúne sob o  mesmo teto a experiência de longa data do DED, da GTZ e do InWEnt.  Com quase 50 anos de história, a cooperação técnica entre Brasil e Alemanha atuou em áreas essenciais da cooperação pelo esenvolvimento. Atualmente, energias sustentáveis é um dos temas prioritários. Neste âmbito, a GIZ no Brasil coopera com instituições brasileiras, com o objetivo de consolidar o papel das fontes renováveis e da eficiência energética no fornecimento e abastecimento de energia no Brasil.

KfW

Banco de Fomento da Republica Federal da Alemanha, o KfW tem a Federação Alemã e os estados alemães como sócios. Comcerca de 60 representações em todo o mundo, no Brasil o KfW atua no âmbito da Cooperação Oficial Brasil-Alemanha que, desde 2007, tem as energias renováveis e a eficiência energética como um dos enfoques. O KfW apóia os parceiros no desenvolvimento e implementação de programas com financiamento de longo prazo a taxas subsidiadas Atualmente, a proteção do clima global é um dos principais focos de atuação do banco, que desembolsou quase 20 bilhões de euros em projetos de combate a mudança climática na Alemanha e no exterior em 2009, o que o torna o maior banco investidor nesta área no mundo.

A Cooperação Alemã para o Desenvolvimento (GIZ no Brasil e KfW) atua em nome do Ministério do Meio Ambiente da Alemanha (BMU) neste projeto.


WWF-Brasil

O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. O WWF-Brasil, criado em 1996 e sediado em Brasília, desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.