Selo Solar


Notícias

Selo Solar

Atualizadas regras para Geração Distribuída

0

junho 7, 2018. Em Notícias

O Instituto IDEAL revisou e publicou as novas diretrizes para obtenção do Selo Solar na categoria Geração Distribuída. O propósito foi agregar novos modelos de negócios, como cooperativas e consórcios, e ampliar a possibilidade de solicitação e concessão do certificado. Apresentadas durante o 9º Seminário Energia + Limpa,  as novas regras preveem para o caso de consórcios, entre outras mudanças, a utilização do Selo tanto pelo CNPJ registrado junto à distribuidora como responsável pelo gerador fotovoltaico (FV) quanto pelos outros integrantes que comprovarem participação por um prazo mínimo de 36 meses.

O primeiro Selo Solar integrado às novas regras foi entregue no Seminário Energia + Limpa, no dia 5/6, ao consórcio da Fazenda Solar Inconfidentes, localizada em João Pinheiro (MG), com 63 consorciados. A usina tem uma potência de 1.2 MWp.

Outra mudança foi o fim da exigência do tempo mínimo de operação do gerador FV, que era de seis meses. A partir de agora, basta que o gerador esteja em funcionamento e a compensação de energia seja comprovada por uma conta de luz atual.

Além disso, caiu pela metade a potência nominal mínima exigida para alguns subgrupos tarifários. As mudanças ocorreram para os B1 residencial (1,5 kWp), B2 Rural, AS-B3 Poder Público e AS-B3 Comercial (3 kWp).

O texto completo das diretrizes podem ser acessadas neste link: http://www.selosolar.com.br/wp-content/uploads/2018/06/Diretrizes-Selo-Solar_GD_2018.pdf.

O Selo Solar é uma iniciativa do Instituto IDEAL com apoio do WWF-Brasil e Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ e KfW.

Os comentários estão desativados.